Reabilitação do Sorriso Após Traumatismo Oro-Facial

Este caso, de início com prognóstico reservado, teve um ótimo desfecho já que conseguimos perservar todos os dentes e devolver à paciente o sorriso que tinha aos 20 anos!

A paciente foi vítima de traumatismo oro-facial (queda de escadas) do qual resultou:

  • fratura da Mandíbula.
  • factura de diversos dentes do maxilar superior
  • avulsão (arrancamento) do incisivo central superior esquerdo

Foi assistida nas urgências Hospitalares onde lhe controlaram a fractura da mandíbula que não precisou de imobilização,

Reimplantaram o incisivo central que tinha sido arrancado com a violência da pancada e uniram (ferulizaram) os dentes para lhes dar alguma estabilidade suturaram as feridas.

Vi a Sra, minha paciente de há longa data, aos 8 dias de evolução, tendo constatado que tudo o que tinha sido feito estava correto e ainda teríamos que esperar que o edema (inchaço) reduzisse para começar a intervir de alguma forma. Tiraram-se as 1as fotos.

O tratamento teve as seguintes fases:

  1. Remoção da ferulização e reconstrução a compósito dos dentes fracturados para que a paciente pudesse fazer a sua vida normalmente (às duas semanas de evolução).
  2. Tratamento de canal de 3 incisivos.
  3. Cirurgia de curetagem de tecido inflamatório que se formou na face lingual do dente avulsionado

Fez-se uma pausa de 1 ano, a paciente não pressionou para acelerarmos o processo e assim chegámos a  uma nova estabilidade. Houve tempo para os tecidos cicatrizarem, a oclusão voltar ao normal e sabermos que o dente arrancado não iria ser rejeitado pelo organismo.

Nessa altura pudemos concluir o caso com toda a segurança, fizémos:

  • Branqueamento Dentário
  • Reabilitação do bloco Incisivo-canino Superior com de 5 facetas e 1 coroa de cerâmica.

Perguntámos à paciente como tinha vivenciado o processo:

-Como soube de nós?

Sou amiga da Dra. Paula Sequeiros e já há alguns anos sua paciente.

-Qual o motivo?

Em Março 2016 sofri uma queda com traumatismo no maxilar superior e nos dentes.

-Que tipo de intervenção fez?

Recuperar os meus dentes, dos quais alguns pouco restava além das raízes. Estabilizar os que abanavam e também uma pequena cirurgia à gengiva que estava também com um problema.

-Como decorreu o processo?

Com muita eficiência , sem pressa e com muita sensibilidade porque estava muito traumatizada, pois sempre me preocupei muito com os meus dentes.

-Que mudança veio trazer à sua vida?

Recuperei o meu sorriso (e os meus dentes).

-Como é que os outros passaram a vê-la?

Como eu era antes do acidente.

  • Date: Quarta, 5 de Julho de 2017