Facetas de Cerâmica Versus Facetas de Compósito

Paciente jovem, tinha usado aparelho fixo entre os 6 e os 12 anos, tendo ficado no final com espaços (diastemas) entre os dentes.

Numa tentativa de encerramento destes espaços foram feitas 6 facetas de compósito de canino a canino. O resultado está à vista: dentes pequenos com forma demasiado quadrada, escurecimento e manchas no material usado (compósito).

Estes factores envelheciam muito o sorriso deste jovem o que obviamente o deixava altamente insatisfeito.

Para resolver o caso subimos um pouco a linha da gengiva (gengivoplastia) e colocamos 8 facetas de cerâmica (de pre-molar a pre-molar) conseguindo assim encerrar os espaços, melhorar a forma dos dentes e dar a este paciente um sorriso de acordo com a sua idade e que o deixa confiante.

Fizemos igualmente Branqueamento do maxilar inferior.

  • Date: Sexta, 18 de Setembro de 2015